Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Universidade Investigador da Universidade de Coimbra ganha bolsa de 1,9 milhões de euros

14-01-2022

Sérgio Domingos, cientista da Universidade de Coimbra (UC), acaba de ganhar uma bolsa “Starting Grant”, no valor de 1,9 milhões de euros, atribuída pelo European Research Council (ERC).

Citado na nota enviada à nossa redação, o investigador do Departamento de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) revela que “a verba vai permitir desenvolver, durante os próximos cinco anos, uma estratégia experimental, inovadora, para desvendar as formas tridimensionais de algumas moléculas chave no campo da nanotecnologia molecular, e entender a sua mecânica de funcionamento”.

Segundo Sérgio Domingos, o projeto, distinguido pelo Conselho Europeu de Investigação, intitulado MiCRoARTiS – Microwave Fingerprinting Artificial Molecular Motors in Virtual Isolation, tem por objetivo “desvendar os segredos da mecânica estrutural de motores moleculares construídos pelo Homem, de forma a torná-los cada vez mais funcionais, mas também desenvolver a técnica de espectroscopia de micro-ondas para além do estado da arte, tornando-a cada vez mais útil nesta e noutras áreas do conhecimento, como na identificação de moléculas em partes distantes do universo (Astrofísica Molecular), ou no estudo de interações entre medicamentos e recetores moleculares do corpo humano (Química Medicinal)”.

O financiamento agora obtido permitirá criar, na Universidade de Coimbra, um laboratório de espectroscopia de micro-ondas de elevada performance. Uma infraestrutura que Sérgio Domingos diz ser única em Portugal.

Ainda na mesma nota, o investigador diz que «é um sentimento incrível ser selecionado num programa tão competitivo de ciência e ter a oportunidade de desenvolver este projeto na minha casa, a Universidade de Coimbra».

 

 
Voltar