Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Batoréis da nossa terra

O livro “Batoréis da nossa terra”, da autoria de Manuel Geada Sousa (edições Caderno do Século) apresenta, de forma documentada e suporte fotográfico os batoréis da vila de Alcains. O autor fala-nos da importância que os batoréis tiveram no quotidiano do povo, e dá como exemplo os simples factos de “contar ou falar das coisas boas e más da vida, da saúde, das dificuldades, e de outros acontecimentos, ou simplesmente «dar ao serrote», entrando na «má-língua», falando da vida dos outros sentados comodamente à porta no batorel.

Turismo e desenvolvimento dos territórios do interior

“Turismo e Desenvolvimento dos Territórios do Interior”, coordenado pela investigadora e docente da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Castelo Branco, Paula Reis, “reúne um conjunto de trabalhos de natureza científica muito relevante, desenvolvidos por investigadores que procuram realçar, através dos seus trabalhos de investigação, exemplos de projetos diferenciadores ou de iniciativas inovadoras do setor do turismo que têm contribuído, de forma consistente, para o crescimento económico, para a criação de emprego e para a coesão territorial de um país manifestamente desequilibrado entre o seu interior e o seu litoral”.

Sagrado Criptojudeu apresentado dia 23

Sagrado Criptojudeu – Orações (RVJ Editores) é o novo livro da professora e investigadora Antonieta Garcia. A obra, editada pela RVJ Editores, vai ser apresentada dia 23, às 21H00, na Biblioteca Municipal “Eugénio Andrade, no Fundão, numa sessão onde serão lidas orações, por Adelino Pereira; e onde será projetado um vídeo sobre o tema.

Pedro Alvito, o mestre templário

“Pedro Álvares Alvito – o mestre templário que fundou Castelo Branco”, da autoria de José Carlos Moura, acaba de ser editado pela RVJ Editores. O livro infantil, com ilustrações de Patrícia Rascão, conta às crianças, a história de Pedro Alvito, o mestre templário que atribuiu o foral a Castelo Branco.

Mário de Carvalho

De origem alentejana, Mário de Carvalho nasceu em Lisboa em 1944. Após uma breve passagem por Setúbal, a família instalou-se definitivamente na capital onde o seu pai foi um agente comercial bem-sucedido.

Livros & Leituras

Outra Vida para Viver (Quetzal), de Theodor Kallifatides, autor grego que em novo emigrou para a Suécia, onde se tornou escritor e tradutor, escrevendo em sueco. Ao cabo de meio século, reformado, faz uma viagem ao país natal, e recomeça a escrever em grego.

Ana Luísa Amaral deixa um legado enorme na cultura portuguesa

A obra de Ana Luísa Amaral testemunha a sua "imensa paixão" pela palavra, pela poesia, pela língua, um trabalho de "prazer, angústia e necessidade", como disse à agência Lusa, no ano passado, quando recebeu o Prémio Rainha Sofia. A escritora faleceu, no passado dia 6 de agosto.

Livros & Leituras

Mas Há Melhor do que Isto? (Narrativa), de Kurt Vonnegut, do qual se comemora este ano o centenário de nascimento, é um conjunto de palestras dadas a finalistas universitários, ao longo dos anos, expondo de forma brilhante a verve contestatária de um dos expoentes das letras americanas do último século.

3ª edição Prémio Internacional de Poesia António Salvado

A Junta de Freguesia de Castelo Branco acaba de lançar a terceira edição do Prémio Internacional de Poesia António Salvado – Cidade de Castelo Branco. A inscrição e receção dos poemários decorre de 1 de setembro a 31 de outubro.

Novo livro de João de Sousa Teixeira: Um beijo na face outro no verso

O poeta João de Sousa Teixeira acaba de publicar o seu novo livro “Um beijo na face outro no verso”, no âmbito da coleção Alvores da autarquia albicastrense.

António Lourenço Marques lança novo livro

“COmo afRONtA à VIda e bRUmaS” é o título do novo livro do médico António Lourenço Marques, escrito em plena pandemia.

COmo afRONtA à VIda e bRUmaS

O médico António Lourenço Marques, pioneiro na implementação dos cuidados paliativos no nosso país, apresenta, no próximo dia 17 de julho, pelas 17H00, no salão nobre da Junta de Freguesia de Souto da Casa, o seu novo livro de poesia “COmo afRONtA à VIda e bRUmaS”. Com a chancela da RVJ Editores, a obra apresenta no seu título letras maísuculas, que lidas no seu conjunto dão a palavra coronavírus.

Livros & Leituras

O mundo é uma floresta encantada à espera de ser descoberta, uma vasta biblioteca desconhecida pronta a ser lida. “A leitura é uma tarefa confortável, solitária, lenta e sensória”, escreveu o autor deste livro, Um Diário de Leituras (Tinta-da-china).

Lucia Berlin

Quando Lucia Berlin faleceu aos 68 anos, em 2004, era uma quase desconhecida nas letras americanas. O reconhecimento universal chegaria anos depois da sua morte, em 2015, com a edição da coleção de contos “Manual Para Mulheres de Limpeza”, que reúne o melhor da sua obra.

Festa das Cruzes a património imaterial

O Centro de Estudo e Interpretação da Serra do Caramulo (CEISCaramulo) promoveu, no passado dia 19 de junho, a apresentação do livro“Festas das Cruzes e de Nossa Senhora do Campo: Memória(s) do Sagrado e do Profano”, da autoria de Joaquim Calheiros Duarte. A sessão decorreu na capela de Nossa Senhora do Campo, em Campo de Besteiros (Tondela) e contou com as presenças do autor, do presidente da CEISCaramulo, Luís Costa, do vereador da Cultura da Câmara de Tondela, João Figueiredo, do editor, João Carrega, e do pároco de Campo de Besteiros.

Jean-Louis trintignant, um símbolo do cinema europeu

Noticiava a Lusa, na passada sexta-feira, 17 de Junho: “O ator francês Jean-Louis Trintignant, protagonista de uma extensa e premiada carreira, morreu hoje, aos 91 anos, anunciou a família à agência de notícias francesa AFP. O ator de “E Deus Criou a Mulher” (1956), de Roger Vadim, com Brigitte Bardot, “morreu em paz, de velhice, esta manhã, em sua casa, rodeado pelos seus próximos”, precisou a sua mulher, Mariane Hoepfner Trintignant, que transmitiu a informação por via do agente.”

Ceia medieval com sabores e conferência de saberes

Associadas à feira “Terras Templárias” vão realizar-se no sábado duas atividades que prometem contar com muitos participantes. A Ceia Medieval decorrerá no Miradouro de S. Gens, pelas 19H00, e vai recriar uma jantar da época, com ementa a condizer e animação ao longo da ceia. As inscrições estão abertas e podem ser feitas na bilheteira do Cine Teatro ou através do preenchimento formulário na internet na hiperligação https://forms.gle/wVgViaGitJDrGd9NA. Os adultos terão um custo associado de 20 euros e as crianças até aos 12 anos de 10 euros.

Terras Templárias com assalto ao castelo

Terras Templárias é o nome do evento que vai decorrer no castelo da cidade albicastrense, de 1 a 3 de julho, e que marca o regresso de um certame muito querido da região com vários espetáculos, mercado de artesãos e tabernas antigas.