Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXVII

A ciência vai a votos

Nunca como hoje a Europa necessita de se afirmar pelos seus valores humanistas, de justiça, mas acima de tudo pela educação, ciência e inovação, que a democracia garante. O apoio à investigação surge como prioridade da Comissão Europeia, como forma de alavancar o emprego, o crescimento e o investimento sustentável. As metas, ambiciosas, colocam nas mãos da ciência e da inovação, o objetivo de, em 2050, alcançarmos a neutralidade carbónica.

Universitarios versus Gaza

Entre nosotros sobra recordar los hechos que, después de ocho meses, han conducido a la masacre colectiva que el ejército de Israel está llevando a cabo en la franja de Gaza, en Palestina. A estas alturas son más de 34.000 los gazatíes muertos y miles de heridos a la espalda, con una horrorosa y masiva destrucción de casas, carreteras y edificios públicos (escuelas, universidades, hospitales, centros de acción social, iglesias católicas, mezquitas). No se salva nada en aquella franja de tierra, santa y maldita a un tiempo, todo es bombardeo y destrucción, muerte y dolor de miles de niños, mujeres, ancianos y milicianos

Novas Histórias do Tempo da Velha Escola MDXXXIX

“Era uma vez, um reino encantado e junto ao mar. Encantado, porque uma fada má transformara todos os seus habitantes em pássaros. Junto ao mar, porque convém ao enredo da história. No reino encantado, havia cidades e, para além dos muros das cidades, outras cidades e outras escolas.

Dentro e fora da sala de aula

Os professores que resistem e recusam perder a sua profissionalidade, aqueles que estão presentes e aceitam os novos desafios, são muitas vezes olhados como heróis sociais pelo modo como enfrentam o embate das mudanças, das pressões e das críticas injustas, por vezes acumuladas por mais de uma geração.

Novas Histórias do Tempo da Velha Escola MDXL

No início deste século, deste modo eu tentava explicar-vos (e a quem pelo assunto se interessasse) o que era uma sala de aula e o que dentro dela se passava. Tarefa difícil de desempenhar, mas lá comecei por falar de instrumentos de ensinagem utilizados na “escola das aves”, que era, nem mais, nem menos que a Escola da Ponte, de Vila das Aves, quando o vosso avô a encontrou.

Los universitarios en la política

Todos los ciudadanos tenemos la obligación moral de conocer, comprender y también comprometernos con la cosa pública, los asuntos que nos afectan a todos. Explicado de forma sencilla y resumida eso es la política. Lo cual exige que debemos estar bien informados sobre los asuntos que afectan al bien común, que tomemos decisiones de forma directa o indirecta sobre nuestro sistema democrático de gobierno respectivo, y que practiquemos en la vida cotidiana la responsabilidad de ser ciudadanos activos y críticos con los asuntos que afectan a todas las personas que nos rodean o aquellas que están más alejadas.

A revolução de Abril na Educação

Certamente que as gerações mais novas, e até a minha que viu o 25 de Abril de 1974 acontecer enquanto criança, olha para a revolução que trouxe a democracia ao nosso país de uma forma superficial e não imagina o que viver em ditadura significa. Para lá da falta de liberdade de expressão, o controlo diário que o Estado Novo fazia de cada cidadão tornava a vida de todos numa espécie de prisão domiciliária de pensamento único obrigatório (contestado, é certo, por aqueles que ousaram pensar pelas suas cabeças - muitos acabariam presos políticos).

Autonomia: o que faz a diferença?

A escola, tal como a conhecemos hoje, é uma complexa comunidade educativa, com escassa autonomia nas dimensões curricular, pedagógica, administrativa e financeira, apesar do constante envolvimento da comunidade escolar e local.

Serviço Militar e Cívico em Campo de Batalha

Tem sido tema de debate, amiude, a obrigatoriedade do serviço militar. Este fervoroso conteúdo já deu margem a que todos os partidos se pronunciassem, sem, quiçás, incidir na reflexão sobre o busílis da questão.

Nutrição e suplementação desportiva

O sucesso desportivo tem por base três pilares essenciais: Alimentação, Programa de Treino e Descanso/Recuperação. Neste artigo de opinião irei falar sobre a Alimentação, tentando abordar a parte da Nutrição e da Suplementação.

Novas Histórias do Tempo da Velha Escola (MDXXXV)

Num encontro de educadores realizado no final da tarde do dia 25 de abril de 74, perante algumas dezenas de “operacionais da revolução”, o vosso avô assim falou:

Unamuno y los estudiantes

Hace muy pocas semanas la Universidad de Salamanca otorgó a posteriori el máximo honor académico de “Doctor Honoris Causa” a Miguel de Unamuno, quien fuera catedrático de la Facultad de Letras desde 1891 hasta su jubilación en 1934, decano, vicerrector y rector eterno desde 1900 hasta 1936. Esta brillante trayectoria académica padeció algunas interrupciones obligadas, como por ejemplo el destierro a que fue sometido por la corrupta monarquía de Alfonso XIII y la Dictadura Militar de Primo de Rivera entre 1924 y 1930, a la isla de Fuerteventura y después a Francia.

Políticas Educativas em confronto

Portugal e o mundo vivenciaram, nesta última década, um conjunto de acontecimentos que condicionaram políticas e reforçaram a importância da educação, da investigação e do ensino superior na resposta às necessidades do país, da sociedade e do mundo.

Defender a escola pública, 50 anos depois

Não estranha, que nesta escusada conjuntura de desalento e de fortes emoções, os profissionais do ensino com mais consciência social e cultural vejam os perigos que espreitam a escola pública, democrática e inclusiva, erguida sobre a estrutura de ensino elitista que o Portugal do pós Abril herdou da ditadura, mas que foi consolidando nestes últimos 50 anos.

Novas Histórias do Tempo da Velha Escola MDXVI

Como vos disse, o textinho que escrevera sobre autonomia, há meio século, mantinha atualidade. Por que seria? Uma das causas da “atualidade” desse textinho era a pérfida ação de “doutores em educação” saídos das catacumbas da pedagogia do século XIX, venerando Gagné, Skinner e quejandos. A ação de áulicos universitários afetados pelo teoricismo – a doença infantil da pedagogia – conferiam ao textinho atualidade e contribuíam para perenizar a tragédia instrucionista.

A pressa é inimiga da perfeição

A revisão ao Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES) portuguesas deveria avançar este ano, depois de um debate alargado que a Comissão Independente efetuou ao longo de 2023, e cujo relatório foi apresentado já depois da queda do Governo liderado por António Costa. Aquilo que esse documento nos mostra é, acima de tudo, uma compilação de posições recolhidas ao longo do ano passado, que em determinadas respostas transcritas mostram irritabilidade por parte de alguns dos respondentes, passando a ideia de que tudo está mal e que a instituições de ensino superior não funcionam, quando a realidade e os resultados mostram que não é assim.

La formacion transversal de nuestros estudiantes

Hace algunas semanas, en el marco y sede del Centro de Estudios Brasileños de la Universidad de Salamanca, se ha celebrado un más que interesante seminario de reflexión científica sobre “Políticas y gestión educativa. Diferencias, diversidad y equidad”. El seminario ha sido organizado por investigadores de la Facultad de Educación de la Universidad de Sao Paulo y por el Grupo de Investigación Reconocido “Memoria y proyecto de la educación. Helmantica Paideia”, de la Universidad de Salamanca.

Sobre a identidade escolar

Vivemos uma época de mudanças e clivagens abruptas que acompanham um mundo em grande instabilidade. Profundas alterações nos saberes, na organização das forças produtivas, na evolução das tecnologias da comunicação e da informação, nas alterações climáticas aceleradas, obrigam-nos a uma partilha global das matérias-primas, dos bens de consumo, dos padrões culturais e das políticas, as boas e as más, enquadrantes da designada economia de mercado.