Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Semana de 4 dias: projeto piloto avança este ano

Pedro Gomes coordena a experiência-piloto da semana de trabalho de quatro dias promovida pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e acredita que esta mudança de paradigma para trabalhadores e empresas pode salvar a economia.

'Não há cultura desportiva no nosso país'

Um fatídico acidente de mota “roubou-lhe” as duas pernas, mas não lhe tirou a capacidade de sonhar. A persistência e o foco fizeram de Norberto Mourão uma das maiores referências do desporto adaptado em Portugal. O próximo objetivo é os Jogos Paralímpicos, em Paris. O que se segue é a história e o exemplo de um ser humano, no mínimo, invulgar.

Um Senado das regiões estancaria a desertificação do interior

O primeiro médico a presidir à SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social defende uma reforma do sistema político, propondo que se pense o país estejam onde estiverem os portugueses e não apenas em Lisboa. Álvaro Beleza afirma que devemos pautar a nossa afirmação “mais como o país do saber e menos como o país do ser”.

A economia do mar precisa de inovação e de jovens talentosos

Assunção Cristas acredita que Portugal tem todas as condições para se afirmar como uma grande potência na área do desenvolvimento e proteção da economia sustentável do oceano. A ex-ministra revela ainda detalhes sobre a “Ocean”, uma licenciatura pioneira a nível mundial.

Falta de competências financeiras é responsável por más decisões

A literacia financeira deve ser levada a toda a sociedade, desde os mais novos, até aos seniores. É o que defende a jurista da DECO (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor) Natália Nunes, que afirma ainda que apenas quando a inflação for controlada poderá haver um «alívio na vida das famílias».

Qatar é o pior palco possível para organizar o Mundial de Futebol

A poucos dias do início do polémico mundial do Qatar, Luís Mateus, autor de uma história concisa sobre os 21 campeonatos do mundo realizados, acredita que, devido ao curto tempo de preparação da seleções, a «liberdade individual» dos jogadores pode prevalecer sobre as questões de natureza técnico-tática. O jornalista junta-se ao coro de críticas, considerando que o país árabe “é o pior palco possível para organizar este evento”.

A resistente que acorda Portugal

Quando milhões estão a acordar, Joana Cruz já está aos microfones da RFM a dar os bons dias aos portugueses. A animadora partilha, na primeira pessoa, todo o processo de combate ao cancro da mama que lhe diagnosticaram, no início do ano passado, desde a notícia, os tratamentos, a cirurgia e terminando na cura.

‘Subida das taxas de juro deve ser extremamente controlada’

Um bairro residencial para estudantes nacionais e estrangeiros, nas principais capitais. É esta a ideia avançada pelo bastonário da Ordem dos Economistas. António Mendonça afirma ainda que Portugal precisa de «reorganizar» a sua economia, defende o regresso em força à indústria, e avisa que a subida das taxas de juro deve ser extremamente controlada.

«Só se derrota o populismo respondendo às preocupações das pessoas»

Antecipou a crise política que provocou as eleições que deram a maioria absoluta ao executivo de António Costa e agora defende que o primeiro-ministro manifesta «desinteresse e cansaço» pela governação. O politólogo e professor universitário João Pereira Coutinho afirma ainda que o combate ao populismo «não passa por ilegalizar partidos, insultá-los ou achar que eles são a raiz de todos os males.»

Hugo Van Der Ding, o criador que poderia ser advogado

Primeiro estranha-se e depois entranha-se. Hugo van der Ding, na primeira pessoa, e num registo desconcertante e ao mesmo tempo sério, com reflexões ponderadas e pertinentes sobre a sociedade e a educação.

A Europa deve ganhar o máximo de autonomia face aos Estados Unidos

Conselheiro de estratégia internacional e antigo secretário-geral adjunto das Nações Unidas, Victor Ângelo defende que a União Europeia deve distanciar-se dos EUA em matéria política, económica e de defesa. «A atual dependência não é saudável e constitui um risco para a estabilidade europeia», acrescenta. Sobre o conflito na Ucrânia, afirma que deve ser resolvido «o mais depressa possível.»

Ondas de calor vão ter nome como acontece com os furacões

Juntar uma seca sem precedentes a uma onda de calor é o cenário «muito duro» com que o país se confronta nas próximas semanas. Jorge Miguel Miranda, presidente do IPMA, afirma que as maiores preocupações residem no “stress” climático e defende que as autoridades e as populações devem preparar-se para cenários climáticos cada vez mais adversos.

‘Saúde em Portugal está muito contaminada pela ideologia’

João Taborda da Gama afirma que a discussão sobre a Saúde em Portugal está «muito contaminada» por argumentos de caráter ideológico, ao mesmo tempo que acredita que a capacidade de resposta do sistema depende da «conjugação dos serviços em rede». O professor da Universidade Católica Portuguesa defende ainda uma nova política de drogas, em que o proibicionismo dê lugar à regulação, entregue ao Estado.

‘A educação é transformacional para o país’

A Fundação José Neves tirou a radiografia ao Estado da Nação no que à educação, emprego, competências e desenvolvimento pessoal diz respeito. Criar uma sociedade do conhecimento em 2040 é a meta traçada. Contudo, Carlos Oliveira defende que o sistema de ensino tem de perceber, rapidamente, que o mundo está a mudar a grande velocidade.

O traço inconfundível de António

O seu olhar artístico é, há quase meio século, parte indissociável das páginas do mais importante semanário nacional, o “Expresso”. António Antunes ou, simplesmente António, passa em revista a sua longa carreira e afirma não vislumbrar condições para que exista uma renovação geracional nos cartoonistas portugueses.

Todas as doenças começam no intestino

Especialista em antienvelhecimento, Manuel Pinto Coelho partilha dicas e conselhos para que se chegue novo a velho. O médico afirma que a Medicina atual tem o foco único na doença e não em como evitá-la e lamenta que a formação académica dos profissionais continue a desvalorizar o impacto das questões nutricionais na saúde.

‘A inflação não será temporária, mas permanente’

Nogueira Leite acredita que a inflação é um fenómeno duradouro e defende que o país precisa de «verdadeiras mudanças», a começar por uma reforma da administração pública e a aposta, em todos os níveis de ensino, por uma «educação de qualidade». O antigo secretário de Estado do Tesouro e Finanças, que leciona há mais de 30 anos na Nova SBE, revela ainda o segredo do sucesso da escola portuguesa melhor posicionada nos rankings da especialidade.

Serviço militar obrigatório não faz sentido nos tempos atuais

Quanto mais o conflito na Ucrânia se prolongar no tempo, mais desgastadas ficarão as cúpulas políticas e militares russas, abrindo caminho a uma eventual mudança de regime em Moscovo. A opinião é de Agostinho Costa, especialista em operações militares, que defende ainda que “se os russos perderem a Crimeia” os dias de Putin no Kremlin estarão contados. O vice-presidente da EuroDefense-Portugal recusa ainda o regresso do Serviço Militar Obrigatório, mas mostra-se partidário de um exército comum europeu.