Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Universidade José Carlos Adão vence prémio alumni da Universidade de Évora

27-01-2021

José Carlos Adão, diplomado pela Universidade de Évora (UÉ), venceu o Prémio Carreira Alumni de 2020 atribuído por aquela instituição de ensino.

A informação foi confirmada ao Ensino Magazine pela UÉ que revela que José Carlos Adão se destacou "pelo seu percurso cívico e profissional na divulgação e promoção da língua portuguesa e na melhoria das relações de cooperação internacional na área do ensino".

Citado na mesma nota, o vencedor do prémio 2020, mostrou-se satisfeito pela distinção. "É um privilégio enorme receber esta homenagem e fazer parte da Universidade de Évora, mas é também uma grande responsabilidade porque faz com que eu tente atingir mais e melhor", disse.

Na mesma nota é referido que José Carlos Adão iniciou a sua carreira, em 2002, "enquanto professor de Português e de Inglês em Alcácer do Sal e Estremoz. Internacionalizou-se dois anos mais tarde como de formador de Língua Portuguesa junto do Parlamento Nacional de Timor-Leste. Em 2007 exerceu nas áreas consulares de Durban, Joanesburgo e Pretória, na África do Sul e em 2016 rumou aos Estados Unidos da América onde ainda se encontra actualmente ao abrigo de um protocolo entre o Instituto Camões e o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, dedicado ao ensino de português na Escola Internacional das Nações Unidas, em Nova Iorque".

A UÉ acrescenta que "o Prémio Carreira Alumni é atribuído anualmente com o objetivo de reconhecer um diplomado/a que se tenha destacado pela sua carreira e que se constitua como um exemplo de excelência para os seus pares e para a sociedade e que contribua para a consolidação da imagem da Universidade de Évora enquanto instituição de ensino de referência. Na primeira edição, em 2019, foi distinguido o paleontólogo Ocatávio Mateus".

 

 
Voltar