Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Prémio Robalo Cordeiro 2020 Docente do Algarve vence

26-11-2020

Ana Grenha, docente e investigadora da Universidade do Algarve, venceu (ex-aequo) o Prémio Robalo Cordeiro SPP/AstraZeneca/Novartis 2020, atribuído anualmente pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia, com o projeto ‘Imunização por via inalatória – Uma estratégia para as doenças respiratórias’.
O projeto propõe uma alternativa à vacinação convencional, direcionada para a proteção contra infeções respiratórias. "Nestas infeções, é afetado essencialmente o pulmão, pelo que faz sentido que se tente desencadear uma resposta imune forte a nível local, no órgão afetado, em vez de fazer uma vacinação através de um injetável, que o alcançará com menor intensidade", refere a investigadora. "A ideia é fazer com que a proteção do pulmão prevaleça."
Em relação à metodologia usada, Ana Grenha explica: "propomos que a vacina seja administrada por via de uma inalação, tal como se faz, por exemplo, com a administração de medicamentos antiasmáticos, utilizando um dispositivo inalador". A investigadora acrescenta ainda que "a vacina estará sob a forma de micropartículas, que são pós secos, os quais serão inalados pelos indivíduos".
O Prémio Robalo Cordeiro é atribuído anualmente e tem o valor pecuniário de 10 mil euros. Constitui uma parceria entre a Novartis, que o suporta, e a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), que lhe dá o seu aval científico, contribuindo para galardoar uma nova geração de cientistas que se dedicam à investigação na área respiratória.

 
Voltar