Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Prémio Victor de Sá Cátia Tuna vence

26-11-2020

O Conselho Cultural da Universidade do Minho acaba de distinguir Cátia Tuna com o Prémio Victor de Sá de História Contemporânea 2020, o maior galardão do país para jovens investigadores desta área. A laureada concorreu com a obra ‘Não sei se canto se rezo: ambivalências culturais e religiosas do fado (1926-1945)’, que também recebeu há dias o Prémio Fundação Mário Soares.
Foi ainda atribuída uma menção honrosa a Bruno Madeira, pela obra ‘Homens entre ruínas? Ideias, narrativas, mundividências e representações das Direitas radicais portuguesas (1974-1985)’, e a Júlia Korobtchenko, pela obra ‘O Ministério dos Negócios Estrangeiros. A reforma administrativa e o corpo social (1834-1910)’.
Cátia Tuna mostrou-se "muito feliz" pelo galardão, que tem "peso historiográfico, rigor científico e décadas de tradição". "A minha esperança em vencer era limitada, porque o objeto do meu trabalho era algo periférico aos considerados grandes temas da História, como política ou tensões sociais; por outro lado, tenho formação inicial em Teologia e não em História", reconheceu Cátia Tuna.

 
Voltar