Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXVI

Escola dos 2º e 3º Ciclos D. Horácio Bento Gouveia A UNESCO explicada aos mais novos

19-05-2023

A II Guerra Mundial (1939-1945) trouxe consequências económicas, demográficas, políticas e geográficas que atravessam o mundo, especialmente o continente europeu. A ascensão dos Estados Unidos da América, a divisão do mundo entre capitalismo e socialismo e a criação da ONU foram as principais novidades desta altura. Neste contexto a criação da ONU (em 24 de outubro de 1945, nos E.U.A.) e de mais instituições que zelassem pela paz mundial tornou-se imperiosa. Dependente da ONU, em 16 de novembro de 1945, surgia a Unesco, na cidade de Londres, no Reino Unido. Esta enorme e prestigiada instituição mundial continua a ser atual nos valores que defende, na identidade que possui, na força das suas decisões e na visão que transmite.

O objetivo de construir a paz mundial, através da educação, da ciência e da cultura, baseia-se no princípio fundamental que os acordos políticos (muitas vezes não cumpridos) e o desenvolvimento económico (tão desigual) não se revelam suficientes para garantira a paz mundial. A criação da Rede de Escolas Associadas da Unesco cumpre na plenitude três grandes objetivos: promove uma educação de qualidade, favorece a cooperação internacional, a paz e a tolerância e incrementa uma cidadania global.

A Escola dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Horácio Bento Gouveia, sita no Funchal, Região Autónoma da Madeira, foi este ano letivo aceite como pertencente à Rede de Escolas Associadas da Unesco. Esta  distinção é motivo de orgulho para todos os atores educativos da respetiva instituição, mas também de uma enorme responsabilidade. Neste contexto, para o corrente ano letivo, decidiu-se que o objetivo principal é o de transmitir aos discentes de todas as turmas do 2.º ciclo da escola, inseridos em vinte e quatro turmas, doze do 5.º ano de escolaridade e doze do 6.º ano, os valores, os princípios, a missão, a visão e as propostas da Unesco. Os alunos têm participado ativamente nestes debates, muitos nunca tinham ouvido falar da Unesco. Para a realização deste trabalho, o Coordenador tem ido pessoalmente a cada turma, nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento, falar com os alunos e levando diverso material para sustentar a sua apresentação.

Ressalve-se que a nossa escola é bastante procurada, tem alunos de inúmeras nacionalidades e um manancial de projetos considerável, (projetos da escola (17), nacionais/regionais (16) e internacionais (4)), o que consubstancia um terreno fértil para a propagação de ideais relacionados com a interculturalidade, com a tolerância, com a paz, com a cidadania. Em resumo, com os valores que a rede de Escolas Unesco defende. Atualmente, a situação geopolítica está bastante confusa, instável e em constante mudança. Importa munir os discentes, começando pelos mais novos, de ferramentas que lhes permitam pensar sobre a problemática e se possível dar o seu modesto contributo para a situação atual. Todos somos poucos para a construção de um mundo com esperança.

Gostaria de agradecer à mestre Fátima Claudino pelos excelentes esclarecimentos que foram pedidos; à vice-presidente do Conselho Executivo da nossa escola, Sílvia Gomes, sempre disponível e assertiva em todo este processo, e a todos os meus colegas que lecionam Cidadania e Desenvolvimento do 2.º ciclo, grupo 200. Bem-hajam todas as escolas do mundo inteiro.

Paulo Renato dos Santos Silva
Professor Coordenador da E. B. dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia
Voltar