Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Bolsas Santander Women Liderança no feminino

18-03-2022

O Santander Universidades, em colaboração com a London School of Economics and Political Science (LSE), acaba de lançar novas edições dos seus dois principais programas de liderança feminina: Bolsas Santander Women | W50 Leadership 2022 – LSE e Bolsas Santander Women | Emerging Leaders 2022 – LSE.
Em nota enviada ao Ensino Magazine, o Santander Universidades esclarece que para qualquer dos programas, as participantes deverão ter um nível de inglês fluído, equivalente ao C1 ou superior e residir num de 13 países (Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, México, Peru, Polónia, Portugal, Reino Unido e Uruguai).
O programa de Bolsas Santander Women | W50 Leadership 2022 – LSE, tem como objetivo a formação de alto rendimento de 50 mulheres que ocupem cargos de gestão superiores em empresas de qualquer setor e que pretendam trabalhar e apurar o seu próprio estilo de liderança.
Este programa de bolsas internacional, no qual já participaram mais de 700 profissionais de todo o mundo, regressa ao modelo presencial após duas edições online devido às restrições à mobilidade provocadas pela pandemia da Covid-19. Para além de cobrir a totalidade do custo do programa, a bolsa inclui as despesas da estadia em Londres durante a sua realização.
Proporciona formação presencial em Londres, no Campus da LSE, uma das mais prestigiadas universidades do mundo.
Entretanto, encontram-se também abertas, a até 6 de abril, as inscrições para uma nova edição das Bolsas Santander Women | Emerging Leaders 2022 – LSE, um programa totalmente online com a duração de sete semanas, cujo objetivo é desenvolver o potencial da próxima geração de mulheres líderes. Até ao momento, mais de 250 mulheres já receberam formação nas edições anteriores.
O programa oferece 125 bolsas para mulheres em posições de gestão intermédias, independentemente da sua idade ou setor. As candidatas selecionadas receberão a formação, ferramentas e competências necessárias para se tornarem mais influentes, persuasivas e terem impacto nas posições de liderança que venham a desempenhar no futuro.
O curso terá início no dia 15 de junho.

 
Voltar