Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Donativo participativo Santander apoia projetos sociais 22-06-2021

A Associação Alzheimer Portugal, Casa dos Rapazes, Ocean Alive e Projeto Hipoterapia foram os vencedores da 4ª edição do Donativo Participativo, iniciativa em que são os colaboradores do Santander a eleger quais os projetos sociais ou ambientais que o Banco vai apoiar financeiramente.
A informação foi prestada ao Ensino Magazine pelo próprio banco. Na nota enviada à nossa redação é explicado que cada “uma destas instituições irá receber 7.500 euros para utilizar no âmbito da sua área de atuação”.
A cerimónia decorreu dia 27 de maio, em formato online, tendo contado com a participação do presidente Executivo do Santander em Portugal, Pedro Castro e Almeida, da Administradora Inês Oom de Sousa e de vários representantes de IPSS e Associações portuguesas. Foram recebidas 144 candidaturas.
A Associação Alzheimer Portugal é a única organização em Portugal, de âmbito nacional, constituída há mais de 30 anos especificamente para promover a qualidade de vida das Pessoas com Demência e dos seus familiares e Cuidadores. Membro da Alzheimer Europa, tem como missão melhorar a qualidade de vida das Pessoas com Demência e dos seus cuidadores, promovendo a sua autonomia e o seu envolvimento social.
A Casa dos Rapazes é uma IPSS centenária com valência de lar de infância e juventude, criada em 1908. A Casa, situada na Parede (Lisboa), acolhe rapazes em risco, entre os 6 e os 18 anos, ajudando-os a ter um projeto de vida, articulando com as suas famílias para permitir o seu regresso a casa.
A Ocean Alive é a primeira cooperativa em Portugal dedicada à proteção do oceano. O projeto é focado no estuário do Sado, onde as pradarias marinhas são o habitat berçário das presas de uma população residente de golfinhos e do peixe e marisco da comunidade piscatória. O objetivo é proteger as pradarias marinhas envolvendo as mulheres da comunidade piscatória.
O Projeto Hipoterapia Mar Inclusivo abrange o acompanhamento terapêutico no âmbito das Terapias Assistidas por Animais de alunos com Necessidades Educativas Especiais. Os beneficiários deste projeto são as crianças e jovens residentes no concelho de Peniche, que apresentem limitações significativas em um ou em vários domínios da sua vida, decorrentes de alterações funcionais e/ou estruturais.
Para além dos quatro vencedores, foram atribuídas menções honrosas às outras 12 instituições finalistas, que irão receber, cada uma, um apoio financeiro de 1.500 euros. As consagradas foram: Associação Vale de Acór (Setúbal), Ponto de Apoio à Vida (Lisboa), Mundo a Sorrir (Nacional), APAC - Associação de Pais e Amigos de Crianças (Braga), Quinta Pedagógica dos Prazeres (Madeira), Casa do Povo do Curral das Freiras (Madeira), Associação Quinta Essência (Cascais), Atlas – People Like Us (Coimbra), CASA (Figueira da Foz), Porta do Mais – Associação (Lisboa), Criamar (Madeira) e Associação Seara do Trigo (Açores).

 
Voltar