Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Pela objetiva de J. Vasco Caminhada de culturas

19-11-2020

Realizou-se entre 17 e 19 de setembro na freguesia de Santa Engrácia / São Vicente, em Lisboa, a 12ª edição do Festival Todos, Promovido entre a Academia de Produtores Culturais e a Câmara Municipal de Lisboa, uma iniciativa com o apoio de vários parceiros como, por exemplo, a Câmara Municipal de Lisboa, a Antena 2 ou a RTP, entre muitos outros. O Festival quis destacar que todos somos passageiros do mundo e que cada lugar é uma estação onde entram e saem passageiros, ou seja, o tema foi as migrações. Participaram imensos atores, produtores, criadores, como por exemplo a Companhia de Dança Olga Roriz, a companhia de teatro o Bando, os cantores Ricardo Ribeiro e Selma Uamusse (de Moçambique), restaurantes com comidas do mundo (Síria, Angola, Cabo Verde, Índia), uma exposição fotográfica, e tanto mais.
Destaco aqui a produção “Um pouco mais à frente”, com encenação de João Neca (do Bando), onde “cansadas de tanto caminhar nove personagens fugiram do espetáculo “Antes do Mar” (também em cena pelo Bando), espalharam-se pelas ruas e sentaram-se junto de transeuntes a imaginar outra vida (…)” contando as suas histórias com palavras reais ditas olhos nos olhos, de forma íntima, pessoa a pessoa. As histórias foram recolhidas e gravadas pelos atores junto dos imigrantes e depois representadas em monólogos que tinham em fundo a voz dos verdadeiros imigrantes.

 
Voltar