Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

474 camas de alojamento estudantil Residências ganham pontos

13-04-2022

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) passou à segunda fase de seleção de candidaturas no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), com três projetos de construção/renovação/ampliação de residências para estudantes, em Setúbal, Barreiro e Sines, no valor total de nove milhões de euros.

Está assim entre as 154 manifestações de interesse selecionadas para admissão à fase 2, de um total de 201 submetidas, preparando-se para avançar formalmente com as três candidaturas a financiamento, através de propostas mais detalhadas e aperfeiçoadas de acordo com as recomendações do painel independente responsável pela avaliação.

Em relação à Residência de Estudantes de Santiago, nas imediações do campus de Setúbal do IPS, está prevista a renovação do edifício existente e a sua ampliação, uma intervenção com conclusão prevista até fevereiro de 2025 e que resultará em 85 camas adicionais, perfazendo um total de 379 vagas de alojamento.

Para servir a população estudantil da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro (ESTBarreiro/IPS), o IPS candidata-se a financiamento para uma construção nova em terreno cedido pelo município, com capacidade para 50 camas.

O IPS prevê ainda uma terceira construção de raiz, em terreno cedido pela Câmara Municipal de Sines e que pretende servir os estudantes da nova Escola Superior a erigir no Alentejo Litoral, disponibilizando vagas de alojamento para 45 estudantes. Estima-se que os novos equipamentos no Barreiro e em Sines possam começar a ser ocupados a partir de dezembro de 2023.

 
Voltar