Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Politécnico Politécnico de Setúbal: Jogo de gestão envolve 150 alunos

14-01-2022

A Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal (ESCE/IPS), inaugura dia 14 de janeiro, a sétima edição do Jogo de Gestão Interescolas. Nesta primeira jogada estão envolvidos 153 alunos, vindos de 11 escolas secundárias e profissionais de nove concelhos da região e também, pela primeira vez, de Lisboa e Leiria.

Em nota enviada ao Ensino Magazine, o Politécnico explica que o jogo está assente num simulador de gestão.

"A competição volta a desafiar as equipas de jovens aprendizes de gestores a assumir as decisões inerentes à administração de uma empresa do setor hoteleiro, permitindo, desta forma lúdica, o contacto direto com as práticas de gestão e o desenvolvimento de competências básicas na área das Ciências Empresariais", diz a mesma nota.

Nesta primeira fase, as 29 equipas participantes, distribuídas por seis universos, vão competir pelas duas melhores posições em cada um deles, ao longo de 8 jogadas, de acordo com o critério de “total de retorno acumulado para os acionistas”.

A final decorrerá a 13 de maio, depois de apuradas as 12 equipas para essa fase, nas instalações da ESCE/IPS.

O Jogo de Gestão Interescolas é um projeto educativo que, no quadro das responsabilidades educativas, sociais e de promoção do desenvolvimento regional do IPS, visa a sensibilização dos jovens para a área das Ciências Empresariais e respetivos ramos científicos, da Contabilidade e Finanças aos Recursos Humanos, passando pela Logística e pelos Sistemas de Informação.

A iniciativa pretende igualmente dar resposta a um dos grandes desafios que se colocam às instituições de ensino superior – conseguir chegar aos estudantes do ensino secundário e profissional, abrindo-lhes horizontes para escolhas futuras mais informadas e esclarecidas.

 
Voltar