Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Manifestação de interesses aprovada Beja encaminha residência

18-04-2022

A “Manifestação de Interesses” apresentada pelo Instituto Politécnico de Beja, em parceria com a Câmara Municipal de Beja, para a construção de uma nova residência estudantil na cidade de Beja no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência - investimento RE-CO2-106 - Alojamento Estudantil a Custos Acessíveis, foi selecionada para passar à 2.ª fase do programa.
A informação foi veiculada ao Ensino Magazine pela instituição. Na nota enviada à nossa redação, o IPBeja revela que do “total das 154 manifestações de interesse selecionadas para admissão à 2.ª fase do programa, representam, no seu conjunto, um total de financiamento aproximadamente de 475 milhões de euros, superior aos 375 milhões de euros previstos no programa de financiamento.
Recorde-se que a proposta do IPBeja representa um investimento de cerca 15 milhões de euros para a construção de uma residência com 503 camas na cidade de Beja num terreno cedido pela autarquia junto ao Campus do Instituto.
Agora, revestindo-se a 2.ª fase do programa de um carácter competitivo, e, apesar da pontuação obtida na avaliação da “Manifestação de Interesses” (4.2 em 5 valores, o que corresponde ao 6.º lugar entre as 154 Manifestações de Interesse selecionadas) não contar para a avaliação na 2.ª fase, o IPBeja considera que esta classificação é um bom indicador da qualidade da proposta.
Em função desta análise, o IPBeja através da equipa técnica responsável por este processo, da qual faz parte a CMB, irá preparar a candidatura e respetiva submissão a financiamento no período que decorre entre 15 de abril e 2 de maio, acreditando que o sucesso do pedido de financiamento para a construção da uma nova residência irá permitir reforçar a atratividade do Instituto e da cidade de Beja para alunos, investigadores e professores.

 
Voltar