Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Politécnico de Coimbra Impulsionar pessoas e a região

24-09-2021

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) apresentou, no passado dia 8 de setembro, no auditório da Escola Superior Agrária, o Projeto Impulsionar as Pessoas e o Território. A iniciativa pretende “levar a formação superior a toda a região, através de um consórcio com cerca de uma centena de entidades”, como referiu ao Ensino Magazine aquela instituição.

Na cerimónia de apresentação foram também entregues os protocolos a entidades.

Na nota enviada à nossa redação, o Politécnico de Coimbra, responsável pela iniciativa, sublinha que “o projeto Impulsionar as Pessoas e o Território pretende a formalização de um consórcio para o desenvolvimento de programas de formação no âmbito dos programas Impulso Jovens STEAM e Impulso Adultos. Esta parceria visa o desenvolvimento dos Programas Impulso Jovens STEAM e Impulso Adultos, desde a fase de desenvolvimento dos planos formativos, passando pela implementação do programa, até à integração no mercado de trabalho dos formandos”.

Citado na mesma nota, Jorge Conde, presidente do IPC, explica que objetivo da iniciativa passa por “aumentar a qualificação de jovens e adultos para responder às necessidades do mercado de trabalho na região e no país. São estes programas – Impulso Jovem STEAM e Impulso Adultos – que permitirão o impulso que as nossas instituições precisam para transformar empresas e instituições, tendo por base a transformação do seu capital humano, garantindo um território mais competente, mas resiliente e mais atrativo. O Politécnico de Coimbra quer ser o motor deste processo”.

Este projeto contempla cerca de 100 ações de formação, desde Cursos Técnicos Superiores Profissionais, Licenciaturas, Mestrados, Pós-Graduações a Microcredenciações.

O Politécnico de Coimbra pretende, no espaço de quatro anos, “mudar a competência de cerca de 3200 pessoas, que procuram entrar no mercado de trabalho ou que pretendem fazer alterações na sua vida profissional, reconvertendo-se ou requalificando-se” adianta Jorge Conde.

A ação irá decorrer na região centro, quase sempre no território da CIM Região de Coimbra, mas também esporadicamente noutras zonas do País. “Vamos fazê-lo com os que hoje aqui estão, mas no total, à data de hoje, com cerca de 100 parceiros”, explicou.

 
Voltar