Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXII

Covid-19 Politécnicos querem atividades letivas até ao final do semestre 13-01-2021


O Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) reiterou a importância das atividades letivas decorrerem até ao final do semestre, cumprindo todas as regras de segurança sanitária.

Em nota enviada ao Ensino Magazine, o CCISP explica que "tem vindo a acompanhar, de uma forma permanente e constante, a evolução da COVID-19 em Portugal nos últimos meses, manifestando-se totalmente solidário com as medidas que têm vindo a ser implementadas. Desde o início do ano letivo que as Instituições Politécnicas implementaram as medidas sanitárias definidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), que passam pelo uso obrigatório de máscara, diminuição do número de estudantes por sala, disponibilização de álcool-gel a todos os membros da comunidade, definição de distanciamento físico nas salas de aulas, definição de circuitos específicos, para além da colaboração estreita com o Ministério da Saúde no rastreamento epidemiológico dos casos COVID, realização de testes, bem como de inúmeras atividades de responsabilidade social de apoio aos estudantes e comunidades locais".

A mesma nota explica que "os membros do CCISP têm os seus planos de contingência ativos, aplicando todas as medidas necessárias para lidar com as situações identificadas, devidamente articuladas com as autoridades de saúde competentes, bem como com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior".

No entender do CCISP. "os números oficiais disponibilizados pela DGS, reforçados hoje na reunião do INFARMED, demonstram que as Instituições de Ensino Superior (IES) em geral, e os Politécnicos em particular, apresentam níveis de contágio mais reduzidos, não se constituindo como um foco significativo do ponto de vista pandémico".

Nesta sua nota, os politécnicos explicam que "a larga maioria das IES encontram-se em período de exames, ou irá iniciá-lo em breve, pelo que se entende que as atividades letivas se deverão manter até final do semestre, salvaguardando todas as regras sanitárias definidas pela DGS e as situações específicas de saúde pública dos docentes e estudantes, tal como se tem verificado até este momento, na medida em que se assistirá a uma diminuição das presenças dos estudantes nas instalações. Reforça-se, contudo, a importância da continuidade dos ensinos clínicos nos cursos da área da saúde".

A terminar o CCISP adianta que "continuará a acompanhar a situação e manifesta toda a sua disponibilidade para implementar outras medidas, se a evolução pandémica o exigir. O CCISP reitera ainda a disponibilidade de colaboração com o Ministério da Saúde nos rastreios epidemiológicos, com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social na realização de testes e apoio às IPPS e demais instituições sociais, para além da continuação de todas as atividades de responsabilidade social junto das comunidades locais".

 
Voltar