Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Oliveira do Hospital Politécnico de Coimbra: Ministros olham para novas instalações da ESTG como uma boa ideia 21-01-2021

As futuras instalações para a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Coimbra (ESTGOH), situada Oliveira do Hospital, estiveram em destaque durante a vista que os ministros da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, realizaram às atuais instalações daquela escola, no passado dia 11 de dezembro.

Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, já havia sublinhado a importância da escola ter novas instalações, devido ao aumento do número de alunos. “A ESTGOH é uma das grandes apostas desta Presidência do IPC que tudo tem feito para ajudar a mesma a crescer e atingir um patamar de sustentabilidade”.

O presidente do Politécnico explica que o aumento de 66% de alunos registado nos últimos três anos não corresponde a um aumento direto da despesa, mas a um “melhor aproveitamento” dos recursos. “Ao Politécnico de Coimbra interessa uma ESTGOH forte e, em termos financeiros, esse objetivo é possível a partir de 1000 alunos”, explica o responsável, adiantando que este patamar “só é possível com novas e melhoradas instalações, mais amplas e funcionais”. “É preciso que a Região concretize em ações a importância que já reconhece à ESTGOH”, conclui.

E a solução poderá passar mesmo por um compromisso entre o Governo, o Politécnico e a Câmara de Oliveira do Hospital, no sentido de ser encontrada uma solução e o financiamento necessário. A readaptação da Escola EB1 de Oliveira do Hospital é vista como uma “boa ideia” pelo ministro do ensino superior. Também Ana Abrunhosa se mostrou favorável a essa possibilidade. “Nós cá estaremos para identificar fontes de financiamento”.

De referir que a Escola Superior de de Tecnologia e Gestão tem neste momento 605 alunos.

Outra das novidades divulgadas durante a visita é a possibilidade do antigo Hotel S. Paulo, agora desativado, poder vir a ser transformado em residência de estudantes. Para o efeito vão prosseguir negociações com os proprietários do edifício, para que o mesmo possa ser melhorado e readaptado a residência de estudantes.

 

 

EM
IPC
 
Voltar