Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Nos 40 anos do Politécnico da Guarda Joaquim Brigas destaca inovação educativa do IPG 17-12-2020

O presidente do Instituto Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, acaba de divulgar uma mensagem alusiva aos 40 anos da instituição, na qual refere que o IPG está na fase de “diversificar a oferta formativa” e de “contratar professores”, sendo que “ninguém vai querer andar para trás”.
Aquele responsável afirma que, em 2020, se pôs fim a 11 anos de estagnação da oferta de ensino do IPG, que desde 2009 não tinha qualquer nova licenciatura”, sendo que “a hora é de crescer e de aumentar a produção científica e a interação com os tecidos económico, social e cultural”.
Na sua mensagem dirigida a estudantes, docentes, funcionários e famílias dos alunos, o presidente do IPG lamenta que numa data tão importante para a instituição não seja possível, devido às restrições impostas pelas medidas de combate à pandemia da Covid-19, realizar uma cerimónia presencial. Mas assegura que o Politécnico irá “celebrar este 40º aniversário ao longo de 2021, à medida que a melhoria da situação sanitária do país assim o permita”.
Segundo o presidente do IPG serão realizadas, na primeira ocasião adequada, as cerimónias de homenagem aos funcionários e aos professores que se aposentaram no último ano e a da entrega dos Prémios IPG – Santander, um reconhecimento aos docentes que concluíram doutoramento em 2020, assim como aos melhores alunos da instituição. O dinheiro dos prémios será depositado nas respetivas contas.
O tema principal da mensagem de Joaquim Brigas é o crescimento do Instituto Politécnico da Guarda nos últimos anos. “Neste ano de 2020 o IPG tornou-se num dos estabelecimentos do Ensino Superior do país com maior inovação educativa!”, afirma o presidente do IPG. “A nova licenciatura em Biotecnologia Medicinal tornou-se na primeira oferta formativa nesta área na região Centro e a segunda a nível nacional” e “a licenciatura em Mecânica e Informática Industrial é pioneira em Portugal por juntar as áreas científicas da mecânica e da informática”. Foi ainda aprovada a licenciatura em Desporto, Condição Física e Saúde.

 
Voltar