Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Economia Politécnico de Leiria e Nerlei fazem encontro + Indústria

13-11-2020

O Politécnico de Leiria, a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) e a Associação Nacional da Indústria de Moldes (CEFAMOL) promovem no próximo dia 16 de novembro, a partir das 16h30, o VIII Encontro Politécnico de Leiria + Indústria, em formato de webinar.

Em nota enviada ao Ensino Magazine, o Politécnico de Leiria explica que "na sessão será apresentado um balanço das atividades realizadas no ano letivo 2019/2020 entre estas entidades e as empresas associadas no âmbito do protocolo “Politécnico de Leiria + Indústria”, e divulgado um novo modelo de bolsas para estudantes de licenciatura para o ano académico 2020/2021".

Diz o IPLeiria que "a sessão, que pode ser assistida em direto através do link de participante, tem início às 16h30, com a receção dos convidados e as intervenções de Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, João Faustino, presidente da CEFAMOL, e António Poças, presidente da NERLEI. Segue-se, pelas 16h45, o balanço das atividades “Politécnico de Leiria + Indústria” no ano letivo 2019/2020 e a apresentação do novo modelo de bolsas para estudantes de licenciatura, a cargo de Ana Sargento, vice-presidente do Politécnico de Leiria. Quando forem 17h15, tem lugar um momento de perguntas e respostas".

De referir que "com o protocolo “Politécnico de Leiria + Indústria”, celebrado entre o Politécnico de Leiria, a NERLEI e a CEFAMOL, preconiza-se o desenvolvimento de atividades conjuntas, no sentido de beneficiar estudantes, professores, investigadores e empresas, aproximando a academia à realidade industrial. Em 2019/2020 foram concedidas um total de 53 bolsas, por cerca de 40 empresas".

O protocolo de cooperação, formalizado pelas três instituições em 2013, consiste no desenvolvimento de atividades conjuntas que visam proporcionar aos estudantes o contacto com o tecido empresarial desde o primeiro ano, através de formação em contexto de trabalho, o desenvolvimento de projetos em parceria com as empresas, a utilização prática dos conteúdos programáticos das unidades curriculares, uma primeira interação com a realidade de trabalho, e a identificação e potencialização das ações e projetos conjuntos.

 
Voltar