Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Intercâmbio com o Canadá Erasmus distingue IP Setúbal

19-11-2020

A Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação reconheceu como Boa Prática um projeto de mobilidade extracomunitária coordenado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e desenvolvido entre 2017 e 2019, com a Centennial College (CC), a mais antiga universidade pública da província de Ontário, no Canadá.
O intercâmbio, para ensino e formação, centrou-se nas áreas automóvel e da aeronáutica, com o envolvimento direto de docentes da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, permitindo o conhecimento mútuo das instalações, em particular de alguns laboratórios, a participação em reuniões de trabalho para partilha de conhecimentos, boas práticas e experiências, e ainda visitas a empresas parceiras nas referidas áreas científicas.
Segundo a Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação, o projeto “foi considerado uma Boa Prática, na sequência da análise do Relatório Final e segundo os critérios estabelecidos pelo Programa”, e será um dos distinguidos no âmbito de um evento online sobre “Boas Práticas Erasmus+ 2020”, agendado para 10 de dezembro.
"O nosso objetivo é reforçar o processo de internacionalização e torná-lo cada vez mais inclusivo entre trabalhadores docentes, não docentes e estudantes. Esta distinção dar-nos-á ainda mais motivação para continuar a trabalhar em prol deste desígnio estratégico”, considerou o presidente do IPS, Pedro Dominguinhos.
Recorde-se que, em 2018, no mesmo âmbito, o IPS estabeleceu acordos institucionais com a Ucrânia (Politécnico de Kiev) e com o Uzbequistão (Andijan Machine Building Institute), tendo como áreas preferenciais de intercâmbio a Engenharia Eletrotécnica, a Engenharia Biomédica, a Internacionalização e a Investigação & Desenvolvimento.
Em 2019 viu um outro projeto desta tipologia aprovado, com a Federação Russa (Financial University), para a área das Ciências Empresariais. Já em 2020, obteve financiamento Erasmus+ para um projeto envolvendo novamente os países da convocatória de 2018, mas que alarga a parceria a uma nova instituição uzbeque (Andijan State Medical Institute) e prevê, pela primeira vez, a mobilidade de estudantes.

 
Voltar