Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Politécnico de Coimbra Empreendedorismo com Academia 11-12-2020

A Academia de Empreendedorismo do instituto Politécnico de Coimbra (INOPOL) reabriu, no início de novembro, com infraestruturas melhoradas e um novo modelo de gestão e funcionamento assente numa parceria com a incubadora do Instituto Pedro Nunes (IPN).
A comunidade do Politécnico de Coimbra, mas também empreendedores externos, passam assim a dispor de um espaço onde encontram vários serviços de apoio à criação de novas empresas e modalidades de incubação física e virtual.
“Num mundo cada vez mais competitivo, onde as novas oportunidades de negócios germinam diariamente, é importante que se criem oportunidades para aqueles que aqui se formam poderem dar asas às suas ideias de negócio e criarem as suas empresas”, refere Jorge Conde, presidente da instituição.
Para aquele responsável, mais do que só falar de uma cultura de empreendedorismo, importa criar empresas e dar palco a novos negócios. “É isso que estamos a tentar fazer, transformando o INOPOL num centro de oportunidades aberto a todos aqueles que tenham boas ideias e as queiram desenvolver com a chancela do Politécnico de Coimbra”, afirma.
No que diz respeito ao serviço de incubação existem três modalidades disponíveis no INOPOL: incubação física, incubação virtual start e follow-up e espaço de co-work. A incubação física prevê a disponibilização de um espaço físico de utilização independente, devidamente infraestruturado, e o acesso a um conjunto de serviços base.
A modalidade de incubação virtual prevê o acesso aos serviços associados à incubação física, com exceção da ocupação de espaço. A incubação virtual start destina-se a empreendedores em fase de projeto ou arranque da empresa e que ainda não necessitam de espaço físico. A incubação virtual follow-up destina-se a empresas já em ritmo cruzeiro, que não necessitam de espaço físico, mas que pretendam continuar a usufruir dos serviços prestados pelo INOPOL.
A modalidade de incubação co-work prevê a disponibilização de um espaço físico de utilização partilhada e o acesso a todos os serviços associados à incubação física.

 
Voltar