Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

As escolhas de Valter Lemos MACBOR Montana – A nova trail “nuestra hermana” 23-09-2021

O mercado das duas rodas tem sido dominado, nas últimas décadas, pelos 4 “samurais” japoneses (Honda, Yamaha, Kawasaki e Suzuki). Nos últimos anos assistiu-se, no entanto, ao crescimento de algumas marcas europeias (e ao ressurgimento ou revitalização de outras) como a KTM e a Husqvarna, a Triumph, a Ducati, a BMW, o grupo Piaggio (Moto Guzzi, Aprilia, Vespa, etc.) e em alguns casos pela mão (financeira) dos chineses, novo player do setor, como é o caso da Benelli. Mas, estes, para além do investimento em marcas europeias, têm vindo a introduzir novas marcas e modelos competitivos no mercado europeu, como a CF Motos, a Zontes, a Voge, a Keeway, etc. Também os construtores indianos, com relevo para a ex-britânica Royal Enfield têm vindo a alargar de forma consistente a sua expansão no mercado europeu com qualidade e preços competitivos.

A construção de motos na europa tem especial expressão na Itália, no Reino Unido e em países do centro da europa, mas, em Espanha sempre existiu também uma indústria das duas rodas, ainda que sem a dimensão das anteriores, mas com referências importantes até no desporto motorizado como a Bultaco.

A Macbor é a mais recente criação do país vizinho, no domínio das duas rodas. Sediada na Catalunha iniciou-se em 1999 como fabricante de motos infantis de iniciação e competição, em 2017 entrou no mercado das 125/250 e rapidamente desenvolveu um portefólio significativo que já inclui 10 modelos distribuídos por 4 segmentos (Street, Classic, Adventure e Custom).

Em 2020 a marca iniciou a expansão para fora das fronteiras, começando pelo país vizinho, Portugal. O seu último lançamento é a Montana XR5. A gama Adventure inclui três modelos Montana- XR1, XR3 e XR5. A primeira é uma monocilíndrica de 125cc, com 10,5cv, a custar 2900 Euros; a segunda é também uma monocilíndrica, mas de 250 cc, com 25cv, a custar 4 mil euros e a mais recente é uma bicilíndrica de 471 cc e 47cv, com o preço de 6700 euros.

A primeira característica destas motos é que são bastante leves (entre 148 e 178 Kg) o que lhes confere boas características de maneabilidade, permitindo uma condução fácil quer em estrada, quer em terra, onde também se desenvencilham desde que não entremos em percursos mais radicais, graças a uma suspensão e uma travagem eficientes.  Os materiais são de boa qualidade e a instrumentação e iluminação led estão a um bom nível e não é demais referir o excelente design apresentado.

Com uma excelente relação qualidade preço, a Montana mostra que “nuestros hermanos” sabem produzir veículos competitivos no mercado e que merecem a atenção de quem gosta ou necessita de “duas rodas”.

Valter Lemos
Professor Coordenador do IPCB | Ex Secretário de Estado da Educação e do Emprego
 
Voltar