Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

As ESCOLHAs DE VALTER LEMOS MITT 440 MB – moto de transição 23-10-2020

A MITT é uma nova marca que substituiu a Goes a partir de 2018. Embora de origem e desenho europeu é fabricada na China, à semelhança de algumas outras marcas, para conseguir preços mais baixos.

A 440 MB é a maior moto da marca que anteriormente se dedicava especialmente às 125 cc. Trata-se de uma muscle bike, com tipologia um pouco híbrida, entre uma cruiser e uma naked.

As linhas musculadas impressionam muito favoravelmente com pormenores interessantes como as jantes, o depósito de combustível, o escape duplo cromado, o farol, etc.

A posição de condução é bastante confortável com o excelente assento em posição bastante baixa (68 cm do chão) facilitando os condutores de menor estatura e os poisa-pés colocados mais atrás do que numa verdadeira cruiser.

O motor é um bicilíndrico de 389cc refrigerado por líquido, com uma potência máxima de 35 cv e um binário de 33 Nm. Mostra-se muito progressivo e arredondado permitindo uma condução suave, ainda que com boa resposta à aceleração.

A travagem, com dois discos na roda na frente e um na roda traseira, é suficiente para os 188 Kg da moto, mais o peso do condutor.

O comportamento em andamento é bastante equilibrado, dinamicamente eficaz sem deixar de ser confortável.

O depósito aceita quase 20 litros de gasolina, o que garante uma excelente autonomia nas viagens um pouco mais longas que esta quatrocentos já permite.

O preço é fantástico cumprindo a intenção da marca. 5 mil euros (mais documentação) constituem, sem dúvida uma boa proposta para a oferta em causa.

Para os que já estão insatisfeitos com a 125, mas ainda não querem aventurar-se, ou não precisam, de uma moto muito maior, esta é uma das motos ideais.

Valter Lemos
 
Voltar