Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Moçambique Escola oferece livros

18-04-2022

A Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) ofereceu, recentemente, cerca de 150 livros da sua coleção de infantojuvenis à Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BioFund), para o apetrechamento da Sala de Conservação de Educação Ambiental e sensibilização da Comunidade Escolar, criada pela instituição, cujo objetivo é incentivar os alunos, através de histórias, a seguirem carreira de conservação.
Do pacote da oferta constam, entre muitas outras obras, “O Pastor de Ventos”, de António Cabrita, “O Pátio das Sombras”, de Mia Couto, “O Rei Mocho”, de Ungulani Ba Ka Khosa, “100 Papas na Língua”, de Lurdes Breda, “Tangerina”, de Ana Queiroz, “Lamura”, de Suzy Bila, e “Wazi”, de Rogério Manjate.
De acordo com Teresa Noronha, responsável pelo setor de publicações da EPM-CELP, os livros, editados pela nossa Escola, serão cruciais para pôr os alunos, aspirantes à área de conservação, em contacto com uma realidade que, embora ficcionada, inspira e consciencializa para a educação ambiental.
O projeto é desenvolvido em coordenação com a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), o Parque Nacional de Chimanimani, Fundação Vodacom, FNDS- Chimanimani, Instituto Agronómico de Manica. Para além do setor de publicações, faz parte do projeto, na EPM-CELP, a associação estudantil Unidos Pelo Ambiente (UPA), atualmente presidida por Larissa Gil.

EPM / CELP
 
Voltar