Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Escola Portuguesa de Moçambique Alunos recebem diplomas

26-10-2021

Cerca de 40 alunos da Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) receberam, na residência do embaixador de Espanha, em Maputo, Diplomas de Espanhol Como Língua Estrangeira (DELE), reconhecidos internacionalmente na candidatura a bolsas de estudo e obtenção de vistos de estudo em Espanha, com validade vitalícia.
O evento, presencial e no mais estrito respeito pelas normas de prevenção da Covid 19, contou com a presença da presidente da Comissão Administrativa Provisória (CAP) da EPM-CELP, Luísa Antunes, do Embaixador de Espanha em Moçambique, Alberto Cerezo, da diretora académica do Instituto Cervantes, Carmen Villalba, de pais e encarregados de educação.
Realizado na Escola pelo terceiro ano consecutivo, o programa já se notabiliza como um impulsionador de competências nos alunos. De acordo com Luísa Antunes, “Temos vindo a verificar que, ao longo do tempo, tem aumentado o número de alunos que optam pelo Espanhol como língua estrangeira, tanto em contexto de sala de aula, como nos exames para a obtenção do DELE.”
O Embaixador de Espanha em Moçambique, Alberto Cerezo, reconheceu, o esforço dos alunos na aprendizagem da Língua, garantindo que “o Espanhol abre portas não só na Espanha, mas em quase todo o mundo. Portanto, o título de DELE não vos pode dar a sensação de terem chegado ao fim, mas preparar-vos para o princípio de uma aprendizagem responsável e equilibrada sobre o Espanhol”.
Avaliando todo o trabalhado realizado desde maio de 2019 na EPM-CELP, nas componentes de preparação e de realização do próprio exame, o docente de Espanhol e tutor dos exames, Uriel Guerra, mostrou-se satisfeito com os resultados, afirmando que “noto responsabilidade e interesse por parte dos alunos. Estamos a crescer e isso orgulha-nos. Por exemplo, começamos com cerca de 15 alunos, em 2019, e hoje 42 destes já levam o diploma para casa”, explicou.

EPM/CELP
 
Voltar