Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Escola 462 novos clubes de ciência viva chegam às escolas

11-02-2022

A Direção Geral da Educação e a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica Ciência Viva aprovaram as candidaturas de 462 novos Clubes em todo o país, num investimento de 4,4 milhões de euros, disse ao Ensino Magazine o Ministério da Educação.

A Rede passará assim, de 237 para 699 Clubes, assegura a tutela.

Ao Ensino Magazine, o Ministério da Educação explica que para "esta resposta educativa que integra também o plano de recuperação de aprendizagens 21|23 Escola+ designadamente a medida «Recuperar E experimentando» foi definido um investimento total de 8 milhões de euros no Plano de Recuperação e Resiliência (PR R), sublinhando a aposta que, desde a primeira hora, foi assumida por este Governo com a criação dos Clubes Ciência Viva na Escola".

De acordo com a tutela, "os Clubes Ciência Viva na Escola funcionam como espaços abertos de contacto com a ciência e a tecnologia, plenamente integrados no currículo das disciplinas da área das ciências, desempenhando um papel preponderante no acesso ao conhecimento de base científica, com ênfase na sua vertente prática e experimental, numa perspetiva de valorização do ensino integrado STEAM (“Ciência, Tecnologia, Engenharias, Matemáticas e Artes”, na sigla inglesa)".

De referir que "nos Clubes Ciência Viva na Escola estimula se um contacto direto e generalizado das escolas com a ciência, que não se limita a uma mera reprodução de experiências rotineiras de laboratório, apresentando se antes como espaços de trabalho em rede, envolvendo as escolas, as comunidades, instituições científicas e de ensino superior, autarquias, Centros Ciência Viva e as empresas com I&D, que apoiam o desenvolvimento de áreas que vão do Ambiente à Astronomia, Botânica, Física e Química, Matemática, Robótica, Fotografia, Cidadania, entre outras".

Freepik
 
Voltar