Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Atualidade 150 mil alunos fazem exames no secundário

17-06-2022

Os exames nacionais do ensino secundário começam dia 17 de junho, estando inscritos quase 150 mil alunos que deverão realizar 263 mil provas, segundo dados do Ministério da Educação.

Pelo terceiro ano consecutivo, devido à pandemia de covid-19, os alunos do secundário só vão precisar de realizar provas para acesso ao ensino superior, estando suspensa a regra que exigia a realização de provas para a conclusão do secundário.

Um em cada três alunos inscritos tem como objetivo o acesso ao ensino superior (74%), seguindo-se os casos em que o objetivo é melhorar a nota (21%) ou conseguir ter positiva à disciplina (6%).

Para a 1.ª fase dos exames, que começa hoje e termina a 06 de julho, estão inscritos 148.844 alunos, que deverão realizar 263.330 provas. Ou seja, cada aluno irá fazer, em média, 1,77 exames.

As provas com mais alunos inscritos são Biologia e Geologia (cerca de 45 mil inscritos),Português, (43 mil), Física e Química (42 mil) e Matemática A (cerca de 40 mil).

A 1.ª fase começa com a prova de Português do 12.º ano, às 09:30, hora em que também os alunos estrangeiros inscritos do 9.º ano, estarão a realizar a prova de Português Língua Não Materna da manhã.

A 1.ª fase termina a 06 de julho com os alunos do 11.º ano a realizar as provas de Geometria Descritiva (9:30) e História B (14:00).

Este ano, tal como aconteceu nos dois últimos anos, as provas voltam a ter perguntas opcionais, mas em menos percentagem.

As pautas com as notas dos alunos do ensino básico serão afixadas a 11 de julho, enquanto as notas dos alunos do secundário só serão conhecidas a 19 de julho.

A 1ª fase das candidaturas ao concurso nacional de acesso ao ensino superior decorre entre os dias 25 de julho e 08 de agosto.

A situação pandémica no país levou a Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) a manter, novamente este ano, a regra que prevê que os alunos infetados com covid-19 no dia em que deveriam realizar os exames nacionais os possam fazer na 2.º fase e concorrer à 1.º fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Freepik
 
Voltar