Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Poderão ser mais duas mil Governo aprova mais vagas para o ensino superior

26-08-2021

O Governo aprovou, em Conselho de Ministros, o aumento de vagas no ensino superior. A palavra caberá agora aos politécnicos e universidades. Poderão ser criadas mais duas mil vagas.

Os alunos que se candidataram à 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior vão ter três dias na primeira semana de setembro para rever as opções que fizeram.

Na reunião de Conselho de Ministros, realizada no passado dia 27 de agosto, foi aprovado "o decreto-lei que estabelece o procedimento para o reforço do número de vagas do regime geral de acesso ao ensino superior e dos concursos especiais, através da transferência das vagas fixadas e não ocupadas nos concursos especiais de acesso e ingresso no ensino superior, no respeito pelas condições de acreditação dos ciclos de estudos, contribuindo para a qualificação progressiva da população residente em Portugal".

No comunicado do Conselho de Ministros, a que o Ensino Magazine teve acesso, é explicado que "pelo segundo ano consecutivo, constata-se um aumento considerável de candidatos ao concurso nacional de acesso ao ensino superior face aos anos transatos, o que representa um sinal de confiança dos jovens e das suas famílias na formação superior e nas suas instituições".

Diz o mesmo documento que "o expressivo aumento dos candidatos nacionais promove o alargamento da base social de recrutamento do ensino superior e é um sinal muito significativo para a qualificação progressiva da população residente em Portugal, considerando as metas para as quais Portugal se deve orientar no contexto europeu, de forma a atingir uma taxa média de frequência no ensino superior de 6 em cada 10 jovens com 20 anos até 2030, assim como alargar as qualificações de toda a população".

Como o Ensino Magazine referiu, em primeira mão, este ano candidataram-se 63 mil 878 estudantes ao ensino superior para 52 mil 242 vagas disponíveis, atingindo-se um recorde de candidaturas desde 1996.

Fontainhas Fernandes, presidente da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior, explicou, em entrevista à Rádio Renascença, que deverão ser disponibilizadas mais duas mil vagas, embora o ideal fossem 2500.

Em nota enviada ao Ensino Magazine, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior refere que "o aumento registado no número de candidatos ao ensino superior público demonstra uma confiança crescente dos jovens e das suas famílias na formação superior, nas instituições e nas vantagens decorrentes da qualificação superior, o que assume particular relevância no contexto do processo em curso de recuperação económica e social na sequencia da crise internacional associada à pandemia de COVID-19".

Para a tutela, "o número crescente de candidaturas ao ensino superior público ganha especial importância no ano em que cresceu, pelo quarto ano consecutivo, o número de diplomados pelo ensino superior, atingindo um novo máximo anual de 86 mil novos diplomas em 2019/2020. Ao mesmo tempo, a taxa de escolaridade do ensino superior da população residente entre os 30 e os 34 anos atingiu os 45,5% no 2º trimestre de 2021, reforçando a tendência crescente dos últimos anos".

Os resultados da 1ª fase do Concurso nacional de Acesso ao Ensino Superior são divulgados no dia 27 de setembro e podem ser consultados AQUI

 

 
Voltar

Outras notícias de interesse