Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Dias 3 e 4 de novembro Prémios Nobel no Encontro com a Ciência

Os prémios Nobel, Aaron Ciechanover, Nobel da Química em 2004, e Richard Roberts, Nobel da Medicina em 1993, vão participar na edição deste ano do Encontro com a Ciência, que tem como tema "Mais Ciência e mais conhecimento para recuperar Portugal com mais Europa".

O evento promovido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia decorre nos dias 3 e 4 de novembro, no centro de Congressos de  Lisboa, e em formato online.

De acordo com o programa, Aaron Ciechanover fará a sua intervenção no primeiro plenário, entre as 9H30 e as 11H00, após a sessão de abertura que contará com as intervenções do Primeiro Ministro, António Costa, do Ministro da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, e dos comissários do Encontro, Helena Canhão e Pedro Oliveira. Esta primeira sessão será encerrada pela Comissária Europeia, Elisa Ferreira.

Aaron Ciechanover falará sobre o tema "Bioethical issues raised by the Pandemic".

Ainda no mesmo dia, entre as 17H45 e as 19H15, Richard Roberts, Nobel da Medicina em 1993, fará a sua intervenção sobre o tema "The Nobel campaign supporting GMOs (Genetically Modified Organisms)". 

Esta edição, em que o Ensino Magazine volta a marcar presença, visa promover um amplo debate sobre os principais tópicos e desafios da agenda científica além do mundo da investigação científica. O objetivo principal do encontro é estimular não apenas a participação, mas também a interação entre investigadores, o setor empresarial e o público em geral.

O Encontro conta com a participação de reconhecidos investigadores nacionais e internacionais, podendo o seu programa ser consultado AQUI.

Em nota enviada à nossa redação pelo Ministério da Ciência e do Ensino Superior, é explicado que "em 2020, e pela primeira vez, Portugal atingiu o objetivo de ter mais de 50% dos jovens de 20 anos a estudar no Ensino Superior. Também pela primeira vez, Portugal foi incluído no grupo dos países fortemente inovadores da União Europeia, tendo ultrapassado um investimento em I&D de 1,4% do PIB, igualmente partilhado entre o setor público e privado".

No entender da tutela, o país de crescer "com mais ciência e mais conhecimento de forma a garantir que 6 em cada 10 jovens de 20 anos estudam no Ensino Superior até 2030 e que o nível de investimento em I&D atinge os 3% do PIB em 2030, com 1/3 da despesa em instituições públicas e 2/3 no setor privado".

Na cerimónia de abertura serão entregues as medalha de mérito científico 2020 a diversos investigadores e docentes portugueses e estrangeiros, cujo trabalho tem contribuído para o desenvolvimento da ciência ou da cultura científica em termos nacionais e mundiais.

 

 
Voltar