Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

De 15 instituições de Ensino Superior Minho forma docentes universitários 12-07-2021

A Universidade do Minho (UMinho) coordena a quarta edição das Jornadas Interinstitucionais de Desenvolvimento Pedagógico, que junta 15 instituições de ensino universitário e politécnico, no sentido de darem continuidade à sua aposta na colaboração e partilha de recursos com vista à formação pedagógica dos seus docentes. O programa decorre até 16 de julho e inclui 25 sessões de desenvolvimento pedagógico.

Desenvolvido online, irá juntar cerca de 500 docentes das instituições participantes, que preencheram 1500 vagas de formação existentes, podendo assim usufruir de formações desenvolvidas por colegas de todas as instituições. Esta edição volta a versar sobre diversas temáticas do ensino, mas tem um foco particular na avaliação dos estudantes.

Serão abordados vários temas, como a utilização de recursos digitais nas atividades letivas, estratégias pedagógicas para o ensino híbrido, estratégias de ensino e aprendizagem colaborativas e focadas no envolvimento e sucesso dos estudantes, desafios na orientação de teses de doutoramento, team-based learning, gamificação, inteligência emocional, entre outros.

As várias instituições de ensino superior têm procurado criar oportunidades de formação e desenvolvimento pedagógico dos docentes com o objetivo de melhorar as aprendizagens dos estudantes e prepará-los para dar contributos relevantes para lidar com as incertezas do mundo contemporâneo.

Para além da UMinho e da Universidade de Aveiro, participam nesta iniciativa as universidades dos Açores, Algarve, Beira Interior, Porto, Nova de Lisboa e Trás-os-Montes e Alto Douro, os institutos politécnicos do Cávado e do Ave, Porto, Leiria, Setúbal, Viana do Castelo e ainda o Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE) e o Instituto Superior Técnico de Lisboa.

 
Voltar