Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Politécnico 2Ai do IPCA integra o único laboratório associado em Inteligência Artificial do país

11-03-2021

O 2Ai – Laboratório de Inteligência Artificial Aplicada do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) acaba de integrar o Laboratório Associado Nacional de Sistemas Inteligentes (LASI), única unidade de referência do país no domínio da investigação em Inteligência Artificial. O anúncio foi feito ao Ensino Magazine por aquela instituição de ensino.

Na nota enviada à nossa redação, o Politécnico do Cávado e do Ave recorda que o 2Ai foi criado em 2018 e tem atividade efetiva desde 2020.

O Laboratório está sediado no Campus do IPCA, em Barcelos, "e tem em curso, ou já concluiu neste curto espaço de tempo, mais de uma dezena de projetos de investigação nas áreas dos Sistemas Inteligentes, Colaboração Inteligência Artificial-Homem e Robótica", explica o Politécnico. 

Estes projetos têm como objetivo geral a sua aplicação nos domínios da Saúde, Indústria ou do Ambiente e Segurança. 

Citada na mesma nota a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, diz que o sucesso da candidatura do 2Ai a membro associado do LASI "significa mais um importante passo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave na consolidação do seu posicionamento enquanto polo de referência nacional e internacional ao nível da investigação tecnológica". 

Para Maria José Fernandes, "o IPCA quer continuar a crescer, não só no número de alunos, infraestruturas e equipamentos, mas também naquilo que diferencia as principais instituições de ensino superior em qualquer parte do mundo, que é a qualidade da sua investigação. E esta notícia é a prova de que estamos no bom caminho".

Já João Vilaça, diretor do 2Ai, também citado na mesma nota, explica que a integração do laboratório no LASI, na qualidade de membro associado, "vem permitir potenciar as sinergias e o acesso a 'calls' internacionais que, habitualmente, só estão ao alcance de grandes laboratórios".  Além disso, assegura, "irá possibilitar o acesso a infraestruturas comuns de apoio à atividade dos laboratórios associados que seriam difíceis de cada um ter isoladamente". 

Reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), o LASI - Laboratório Associado Nacional de Sistemas Inteligentes  reúne 13 unidades de Investigação & Desenvolvimento (I&D) de sete universidades e politécnicos, envolvendo mais de 500 investigadores doutorados. 

IPCA | Arquivo
 
Voltar