Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Escola Secundária de Pinhal Novo Tolerância, partilha e inclusão 22-02-2021

A Escola Secundária de Pinhal Novo, em Palmela, no distrito de Setúbal, integrou em 2016 o Programa de Escolas Associadas da UNESCO e tem vindo a assumir um ensino intercultural e a adotar um trabalho cooperativo, construindo um ambiente criativo e empreendedor, assente em princípios éticos de respeito e tolerância, partilha e inclusão, na senda de Jacques Delors.
Tem sido nossa pretensão sublinhar a importância da Agenda 2030, como tal, temos procurado concretizar um Plano Anual de Atividades promotor de uma educação de qualidade e de um cidadão global, defendendo os valores e princípios inseridos na Constituição da UNESCO de forma a contribuir para a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU.
Todas as turmas, do 7.º ao 12.º ano de escolaridade, definem os seus Projetos de Turma, onde propõem atividades nos Domínios de Autonomia Curricular e no âmbito das temáticas de Cidadania e Desenvolvimento. São igualmente dinamizados trabalhos em colaboração com a Biblioteca Escolar e com os Projetos da Escola, por exemplo o Projeto Educação para a Saúde e o Desporto Escolar, através dos quais se mantém o importante trabalho cooperativo com instituições parceiras locais.
Com o Projeto Rede EcoEscolas tem sido desenvolvido um trabalho em prol do desenvolvimento sustentável, no âmbito da recolha, separação e reciclagem de resíduos, e com o Clube de Ciência Viva têm-se destacado trabalhos relacionados com a produção de hortas biológicas, revitalização de lagos e montagem de sistema hidropónico, construção de blocos de vermicompostagem e casas eco sustentáveis.
Os projetos Experienciar Leituras e FrancArt têm promovido a cultura e a literatura, pelo convívio com autores e as suas obras e através da projeção de filmes e curtas-metragens.
A nossa escola é núcleo do Observatório Internacional dos Direitos Humanos e tem organizado exposições e atividades de consciencialização da comunidade educativa para a celebração de importantes datas históricas e de efemérides das Nações Unidas relacionadas ao mandato da UNESCO.
Também as participações em concursos têm deixado a comunidade escolar orgulhosa: no Festival Vídeo Escolar Ação06!, os nossos alunos chegaram à fase final; os alunos do curso de artes participaram no Concurso do Poster Heróis da Alimentação “Food and Agriculture Organization of the United Nations” e em Giotto És Tu, a nossa escola já alcançou o 1.º e 3.º lugar, nos três anos de participação.
Este ano letivo, estamos a organizar as Jornadas da Educação, onde se promovem debates entre alunos, professores e Encarregados de Educação sobre o futuro da educação.
Como escola defensora da inclusão, também a Educação Especial em colaboração com a Técnica de Animação Sociocultural têm dinamizado iniciativas de cariz artístico com os alunos com medidas adicionais de suporte à aprendizagem e à inclusão.
Queremos acreditar que esta nossa missão é possível e confiamos a nossa esperança nestas atividades, pensadas numa perspetiva colaborativa e de gestão dos currículos de todas as áreas disciplinares, de forma a promover a troca de saberes e experiências e incentivando a intervenção de todos no meio escolar e na comunidade.

Sónia Saragoça
Coordenadora do projeto UNESCO | Escola Secundária de Pinhal Novo
 
Voltar