Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Manuel Heitor na Universidade de Évora Metade dos jovens com 20 anos já frequenta o ensino superior 19-05-2021

O ministro da Ciência e Ensino Superior, Manuel Heitor, diz que é importante formar mais e melhor e reduzir as taxas de abandono escolar. O governante falava em Évora, durante a apresentação do Portal do Emprego da universidade, que decorreu no passado dia 12 de maio.
“Se a pandemia nos obrigou a exigir uma nova articulação entre a ciência fundamental e as pequenas empresas disruptivas de base científica exige-nos também, e cada vez mais, um novo concernente para formar mais, formar melhor, reduzir as taxas de abandono escolar, o que só se faz em estreita colaboração com os empregadores, com mais investigação e através da criação de emprego” disse.
Citado em nota enviada pela Universidade à nossa redação, o ministro considerou “que o conhecimento cria emprego qualificado e a missão de criar emprego é cada vez mais uma missão coletiva, e naturalmente, das instituições de ensino superior; a Ciência cria mercados e empregos”.
Manuel Heitor revelou ainda que “metade dos jovens com vinte anos encontra-se hoje a frequentar o ensino superior no nosso país e que mais de 40% da população residente em Portugal, entre os 30 e os 34 anos de idade, completou o ensino superior”.
Resultados positivos que o ministro diz serem positivos e que “devem ser continuados nos próximos anos. Há que trazer mais jovens para o ensino superior e formar adultos, de modo a estarmos mais próximos da média europeia” onde, entre outras diferenças “existe maior estímulo por parte dos empregadores para que colaboradores continuem a estudar ao longo da vida”.
Ana Costa Freitas, reitora da Universidade de Évora, sublinhou a importância do novo portal, classificando-o como “um instrumento fundamental” pela Reitora da UÉ, Ana Costa Freitas, o Portal do Emprego da Universidade de Évora que hoje foi apresentado é “uma mais-valia na articulação estabelecida entre alunos, Universidade e empresas que nos possibilita reforçar o acompanhamento dos estudantes pós formação, criando uma rede de contactos e apoiando, dessa forma, o seu sucesso profissional”.
Na mesma sessão Soumodip Sarkar, vice-reitor para Inovação, Cooperação e Empreendedorismo da Universidade de Évora, anunciou a criação da marca “Spin-off UÉvora”.
A nova chancela tem como “objetivo promover a criação de Spin-offs pela Universidade e assim dar maior reconhecimento aos casos de sucesso”. Paralelamente pretende “promover o empreendedorismo na comunidade académica e, ainda, aumentar a visibilidade do conhecimento aqui produzido, seja criado por Alumni, estudantes ou docentes”.
Já no Auditório do polo Mitra, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor reuniu com investigadores de diversas instituições do futuro Laboratório Associado CHANGE, o primeiro Laboratório Associado totalmente dedicado à Mudança Global e Sustentabilidade em Portugal, contando com uma equipa de 316 investigadores integrados, maioritariamente em Évora, Lisboa, Beja, Faro e Açores.

 
Voltar